Epson Stylus C92 no Ubuntu Gutsy (7.10)

Atualização: Ignorem o post abaixo.

Faz um tempo que queria atualizar isso aqui, mas estava meio enrolado.

A dica que dei abaixo funciona, mas usar o driver gutenprint para a EpsonStylus C79 funciona bem melhor.

Descobri depois de um tempo de comprar que essa impressora é ótima pra fotos, e esse driver gutenprint (que já vem no ubuntu) dá uma qualidade ótima de impressão.

Hoje comprei uma impressora (finalmente!) Epson Stylus C92. Vou aproveitar pra compartilhar como faz para instalá-la no Ubuntu.


Primeiro desembá-le-a (o manual que pede pra fazer isso)…

Ah, e outra coisa importante que o manual diz: Não beba a tinta!

Depois de “montá-la” como o manual diz, conecte o cabo USB no computador.


Espere 2 segundos aproximadamente.


Pronto, a impressora está instalada.

Porém, o driver da C92 ainda não está empacotado no foomatic (segundo OpenPrinting database). O Gutsy a instala com o driver da Epson Stylus C88, daí ela não funciona.

Tentei seguir a instrução fornecida pela OpenPrinting (ex-LinuxPrinting.org), tentei o que disseram em alguns fóruns, mas não deu certo.

Até que instalei o TurboPrint. O driver funciona direitinho, mas não fiquei totalmente satisfeito pelo fato de não ser software livre. Acredito que logo sai o driver no gutenprint ou foomatic.

Então faça o seguinte: baixe o driver do turboprint (pode só clicar em “abrir com”, se quiser). Abra o arquivo .deb baixado (vai aparecer a janela abaixo):


Clique em “Instalar Pacote”.

Após a instalação, basta mudar o driver na configuração da Impressora. Vá em Sistema > Administração > Impressão. Selecione a impressora e clique no botão para mudar de driver:


Depois é só selecionar em Fabricante a opção Epson_StylusC9x:


Siga adiante e adiante… Sua impressora deve estar corretamente instalada nesse ponto. Imprima uma página de teste e corra pro abraço.

Interessado em aprender mais sobre o Ubuntu em português?
http://www.ubuntu-br.org/comece

Ganhei um Eee PC!!!!!!!!

AAAAAAAAAHHHHHHHHH!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Ganhei um Eee PC!!!!!

Hoje pela manhã recebi um telefonema da 4linux, confirmando meus dados e dizendo que eu “aparentemente” era um dos vencedores da promoção!!! Acabou de sair no site a confirmação!!!!!

Obrigado a todos a quem incomodei e me apoiaram!!! Percebi melhor a força que temos como comunidade e podemos usar essa força para muita coisa boa.

Obrigado ao meu cabo eleitoral José Vitor pela campanha e por todos que me apoiaram divulgando!

E um abraço especial a um indivíduo que esqueci o nome (porque apaguei o comentário) que me escreveu aqui me insultando e dizendo que eu não tinha chance alguma de ganhar esse Eee PC!!!

Agora é só esperar ele chegar e torcer para dar tudo certo para eu levá-lo ao FISL!

Estou de férias…

[Férias]

…mas infelizmente longe da praia!

A partir de hoje estou em férias… Ô, maravilha… É nessas horas que você entende a razão de trabalhar: tirar férias!

Não vou viajar, mas é bom ficar de boa…

Ainda não sei se isso significa mais posts ou menos posts, mais tradução ou menos tradução… Significa que vou dormir até a hora que quiser e ficar de bermuda (ou sem) o dia inteiro…

O Windows XP não é software livre

[Software Proprietário]

Neste exato momento você acabou de ler o título acima e está pensando consigo mesmo: “Não brinca!”

É óbvio que o Windows XP não é software livre, mas é que hoje pela manhã eu li um post que me fez pensar que muita gente não sabe disso…

Segundo o post, “em 36 horas, mais de 12 mil utilizadores assinaram uma petição da InfoWorld, chamada ‘Save XP’, para a Microsoft não deixar de comercializar o Windows XP”. Sinceramente eu não entendi. Será que essas 12 mil pessoas não sabem que com o uso do Windows elas estão à mercê dos desejos e direcionamentos de uma empresa como a Microsoft?

Minha mensagem a elas é: “Bem-vindo ao mágico mundo do software proprietário, onde você tem que aceitar as mudanças sem opção de alterações”. É óbvio que não interessa à Microsoft manter o Windows XP, pois ela pode controlar os usuários de uma forma muito mais avançada no Vista, porque os fabricantes podem vender mais com o Vista e outros inúmeros motivos.

Agora, concordo plenamente com o Bruno quando ele diz que estão querendo manter “um sistema arcaico e mau”. Se não querem o Vista porque ele não presta (estou apenas me referindo à opinião de quem assinou a petição), aproveitem a situação para migrar para algum sistema de qualidade (aka. Sistema Operacional Não-Windows).

E se quiserem minha opinião, comecem procurando por aqui.

define:geek

Geek é uma palavra de origem inglesa que, no jargão da subcultura de computação e Internet, designa o estereótipo do indivíduo com habilidade e interesse em tecnologia, novas mídias e programação, acima do normal. O geek pode ser também considerado como um tipo de nerd ou alguém com as características negativas do estereótipo do hacker: um indivíduo associal, mal-cheiroso, pálido, monomaníaco e áspero. Se usado por pessoas não pertencentes ao grupo, o termo é considerado insultuoso para todos os hackers; um geek pode ser tanto um indivíduo fundamentalmente desinformado como um proto-hacker em estágio larval. Mas há controvérsias.” – Wikipédia

Geek. Essa palavra é usada para descrever alguém que trabalha muito, é mais inteligente que o normal e não é muito atraente.” – The beatles fan club

A partir de hoje estou agregado ao Planet Geek!

Pra comemorar, uma imagem encontrada pelo Sr. Google:

Como perder um geek em 10 segundos

Como bloquear a internet para um determinado usuário no Ubuntu

Surfing

Vi essa dica no Ubuntu Geek. Lá eles dizem que isso é muito útil quando você quer bloquear o uso da internet pelo seus filhos, mas para mim parece que essa dica foi feita mais para sacanear alguém, tipo aquele seu irmão que não larga o computador…

Primeiro você tem que editar as interfaces de rede no arquivo /etc/network/interfaces. Para isso pode digitar:

sudo vi /etc/network/interfaces

ou

sudo gedit /etc/network/interfaces

Agora é só adicionar uma regra para o iptables para ser executada assim que a conexão for iniciada. Adicione logo após a linha auto wlan0 ou auto eth0, dependendo da interface de rede usada para se conectar à internet:

pre-up iptables -A OUTPUT -p tcp -m owner --uid-owner nomedeusuario -j DROP

Salve e feche o arquivo. Depois execute no terminal:

sudo iptables -A OUTPUT -p tcp -m owner --uid-owner nomedeusuario -j DROP

Pronto! Troque para o usuário que você bloqueou e tente acessar a internet…

Me ajude a ganhar um notebook
http://eeepc.andrenoel.com.br/