Doação de Sangue

Não sei quantos de vocês conheceram o Kengo. Ele é uma das lendas de Maringá…

Ele faleceu há uns dias, mas existe um débito grande de doação de
sangue. Eu fui doar sangue hoje e vi lá que ainda faltam 152 (cento e
cinqüenta e dois) doadores!

Gostaria muito que quem pudesse ajudar que ajude. Infelizmente o Kengo
não vai poder mais receber a sua doação, mas ela vai servir para repôr
e ajudar a outras pessoas.

O nome é KENGO DALMO SENDA e as doações devem ser feitas no Hospital do Câncer, de segunda à sexta das 07:30 às 18:00 ou aos sábados até meio-dia.

Se você não é de Maringá, procure um banco de sangue qualquer e faça uma doação. Com certeza ela vai ser muito importante pra alguém.

Compartilhe um pouco da vida que Deus te deu com outras pessoas.

Estão vendendo o hoverboard!

Li no Geeks Are Sexy que estão vendendo o Hoverboard (o original) no ebay. Estão estimando que chegue a 50 mil dólares!

A primeira coisa que pensei quando li a notícia foi em pegar os 50 mil dólares que tenho pra receber do adsense e comprar essa preciosidade…

Um pouco depois percebi que seria um erro. Com certeza só estão vendendo porque sabem que logo essa peça não terá tanto valor. Como o Marty trouxe o hoverboard de 2015, logo todos poderão ter um por preços acessíveis. É só esperar…

:)

The Dark Knight

Todo mundo está escrevendo sobre o novo Batman… Mas tem como não escrever?

O filme está muito bom. Perfeito. E o Coringa é a principal estrela… Heath Ledger conseguiu representar perfeitamente a insanidade do Coringa.

Não vou escrever muito para não cair na tentação de soltar detalhes do filme…

Mas teve uma coisa interessante que provou a qualidade do filme. Eu e minha esposa fomos ao cinema em uma sessão que encheu de adolescentes afoitos para se mostrarem para as meninas. Chegaram agitando, gritando e anunciando o quanto iam zoar durante o filme. O filme prendeu tanto a atenção que não disseram nada durante as 2 horas e meia. Só deram risada de algumas piadas do Coringa, mas não tem como não rir… 😀

CESoL-CE apoiará financeiramente caravanas

CeSOL-CE

O Congresso Estadual de Software Livre do Ceará (CESoL-CE) será realizado de 19 a 23 de Agosto, no Campus do Pici da Universidade Federal do Ceará, em Fortaleza. Durante os cinco dias do Congresso, pretende-se não apenas realizar palestras, mas também proporcionar um conjunto de atividades práticas que integrem cultura, tecnologia e ciência, gerando um espaço propício para inovações e posteriores multiplicações das ações. Todas as atividades serão desenvolvidas em torno do tema desse ano: “Cultura Livre e Difusão do Conhecimento”.

Ciente da importância da participação de pessoas das mais variadas regiões do País no evento – o que fortalece as trocas de experiências e amplia a disseminação das tecnologias livres – a organização do CESoL está divulgando com detalhes as opções de hospedagem, informando desde o valor das diárias nos hotéis onde foram obtidos descontos até a as formas de chegar aos locais onde ocorrerão as atividades.

Atenção! Com o objetivo de amenizar as despesas das caravanas com deslocamento e estadia, a organização do CESoL vai aplicar parte dos recursos obtidos com a arrecadação dos minicursos no custeio dos gastos de hospedagem das caravanas. É considerada uma caravana qualquer grupo de outra cidade que tenha no mínimo cinco pessoas e que efetuem pré-inscrição através do e-mail: cesol@lia.ufc.br

Cada caravana deverá ter um coordenador, que terá contato fixo com a organização do evento.

Todas as informações sobre formação de caravanas citadas nessa mensagem e muito mais podem ser encontras no site www.cesol.ufc.br.

Desde já agradecemos a atenção e nos colocamos a disposição para sanar as questões referentes a estadia, transporte ou qualquer outra eventualidade que possa está ao nosso alcance.

Atenciosamente,

Equipe de Organização do CESoL-CE-2008.
http://www.cesol.ufc.br

10 piores usos do Windows

Vi pelo De Tudo Um Pouco, um texto que saiu no Terra, referenciando um post de Richard Stiennon, no blog Networkworld, onde ele fala sobre “os dez piores usos que se pode fazer do Windows“. É muito bom.

Segundo Stiennon, talvez a Microsoft tenha vencido a guerra em desktops e servidores. Graças ao VMWare, o Windows vem se espalhando por datacenters.  Além disso, só existe um sistema operacional para viciados em Outlook, Word e Excel. Mesmo assim, é difícil de acreditar no uso do Windows em algumas aplicações, alguns destes usos são simplesmente tolos, enquanto outros beiram a negligência criminosa”.

Segue a lista dos dez piores usos do Windows:

1 – Exibir uma flecha verde, estática, em linhas de metrô nos EUA
No principal ponto de segurança da entrada do metrô de Detroit, nos Estados Unidos, há monitores em cima de cada detector de metal. O único uso desses monitores é ficar exibindo uma flecha verde, estática, apontando para baixo. Eventualmente, porém, eles também exibem a famosa “tela azul” com um aviso de erro do Windows.

2 – Leitor de passagens aéres no aeroporto de Frankfurt
Outro exemplo de muito poder para uma tarefa mais do que simples: usar o Windows no leitor que checa os nomes de passageiros. “Por que não estabelecer algum sistema integrado para essa tarefa? Provavelmente seria de código aberto e não precisaria ser atualizado todo mês”, diz Stiennon.

3 – Notas de compras de presentes em quiosques eletrônicos
Stiennon declara-se responsável por este exemplo. E conta que precisava vender impressos com notas de compras de presentes em quiosques eletrônicos em Birmingham, Michigan. Na época, tudo que ele conseguiu foi um fornecedor de Seattle que vendeu a máquina, incluindo uma tela de toque. O sistema operacional era o Windows NT, o que significa que duas vezes por mês tinha que ir a cada um dos quiosques para reiniciar o sistema, que travava por falhas de memória. Mais tarde o provedor do quiosque deu uma solução permanente, “mas é difícil entender a atração que o Windows gera sobre Sun, DEC, HP e IBM neste tipo de produtos”, comentou Stiennon.

4 – Ofertas de emprego
Questão de segurança. Uma pequena revenda em Boston usava monitores para cadastrar propostas de trabalho. Crackers consideraram muito conveniente o serviço baseado em Windows para roubar dezenas de milhares de cartões de crédito da base de dados dos quiosques.

5 – Controles de trens
Stiennon conta que estava em um trem da Amtrak que ia de San Jose a San Diego, há alguns anos. O trem teve que sair da trilha principal para a passagem de outro. Depois, não conseguiram ligar o trem novamente. Ele diz que não teve confirmação de que o controle do trem rodasse em Windows – mas os passageiros receberam a explicação de que o trem não ligava porque “o engenheiro não conseguia reiniciar o sistema”.

6 – Controles em edifícios
Muitas construções “inteligentes” operam os sistemas de calefação, água, ar condicionado e outros serviços a partir de uma base central. E, diz Stiennon, se já temos problemas suficientes com isso, para que torná-los piores com Windows? Ele recomenda a leitura do documento da Otis sobre o gerenciamento do sistema de elevadores da companhia. Não apenas é necessário Windows 2000 ou XP para a estação central, como ela pode ser acessada via Internet. Por qualquer um, incluindo crackers.

7 – Controles em fábricas
Como um chefe de produção explicaria ao diretor da fábrica que não pode fazer as máquinas funcionarem porque há um vírus no sistema?” pergunta Stiennon. E garante: o uso de Windows em máquinas controladoras está se tornando cada vez mais comum.

8 – Caixas eletrônicos
Stiennon diz ter ficado atônito ao descobrir, durante uma apresentação, que a NEC distribuiria caixas eletrônicos em diversos países rodando Windows, o que ele classifica como uma decisão arriscada, considerando as possíveis brechas de segurança a serem exploradas por crackers.

9 – Sistemas de energia
Imagine tomar as maiores redes de transmissão de energia, linhas de tubulação de petróleo e gás e até mesmo as vastas redes subterrâneas de transporte de gasolina e controlá-las via Windows. Bem, diz Stiennon, isso está acontecendo. SCADA, o protocolo para controle de infra-estrutura crítica foi mudado para IP (Internet Protocol) e os pontos de encontro, switches e estações de gerenciamento estão rodando Windows. Ele pergunta: quantos desses sistemas abrigam Trojans? Quantos estão preparados para uma falha de memória que obrigue a uma reinicialização e uma parada de sistema não prevista? “Espere e verá”, diz o consultor.

10 – Equipamentos médicos
Sitennon diz desconfiar da inteligência de fabricantes de equipamentos médicos que trocam o Unix por Windows. Imagine máquinas de diálise, aparelhos de diagnóstico por imagem, terapia de radiação e monitoramento biológico rodando Windows e precisando de atualizações. “Você sabe o que significa a falta de atualização: eles ficariam vulneráveis”. Sistemas críticos de suporte à vida em um hospital são vulneráveis a pragas digitais. Eles poderiam falhar, e pessoas perderiam a vida.

Fonte: Redação Terra

Descoberto em: De Tudo Um Pouco