O que muda na Língua Portuguesa (no Brasil)

Você já deve estar sabendo que o presidente Lula assinou o acordo ortográfico que começa a valer em 1º de janeiro de 2009. Mas fique tranquilo (sem trema), você tem até 2012 para se adaptar (a não ser que você escreva um livro, que terão que ser lançados na nova forma a partir de 2010 ou 2011 (não lembro)).

Mas e aí? O que muda?

A Editora Saraiva publicou uma tabela explicativa e comparativa mostrando o que muda no português brasileiro. Apenas relembrando, a pronúncia permanece inalterada em todos os países.

Como disse o Gondim, vamos ter um grande trabalho nas traduções, também nos corretores ortográficos, livros e etc. Pelo menos vão abrir mais vagas para professores de português… :)

4 opiniões sobre “O que muda na Língua Portuguesa (no Brasil)”

  1. sou contra a regra dos hífens e das constantes mudas!

    Sou ainda contra o acordo, pois o que faz falta não é a unificação da ortografia (vide o caso do inglÊs), mas sim a unificação das próprias palavras usadas (se aparecer um texto com onibus, e outras palavras que não existem em pt concerteza que apesar de as conseguir ler e pronunciar bem (graças à unificação da ortografia) não saberei o seu significado. Logo tornar-se-à impossível ler textos brasileiros (e para os brasileiros será com textos portugueses)).

    Cumps.

  2. Nao conheces nada que tenha as alterações todas (nao apenas as que os brasileiros vão sofrer)?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *