Ser pai geek é…

Daqui duas semanas meu filhão nasce… Acabei de ler um post muito bom (navegantes.blog) que resolvi reproduzir aqui:

Ser pai geek é…

… sem nenhuma razão dizer: “Filho, eu sou seu pai”.
… dizer que vai assistir uma animação e perguntar a ele se quer ir também.
… ,ao ensinar o ABC, começar com “O-L-A M-U-N-D-O”.
… primeiro fazer o cadastro da conta Google do filho. Depois o registro civil.
… anunciar que seu filho nasceu pelo Twitter.
… colocá-lo para dormir ao som da Marcha Imperial.
… dizer ao filho que Ben 10 lê-se “Ben dois”.
… não se importa muito com qual time ele irá torcer mas se preocupar com qual S.O ele usará.
… gostar mais das porraloquices do Cartoon Network do que a caretice do Disney Channel.

Exageros à parte, tenho que assumir algumas dessas marmotas :D


Sugestão musical para este texto: Marcha Imperial da Orquestra do Darth Vadder (?)

Até acabei de criar uma conta para ele no GMail (claro que ão vou divulgar, ele vai divulgar para quem ele quiser… :D).

Eu ainda incluiria: “… mandar bordar ‘ubuntu’ em uma roupinha para ele usar assim que nascer!”

8 opiniões sobre “Ser pai geek é…”

  1. Cara, como o tempo passa hein?

    Felicidades e saúde para o filhão!!!

  2. Aê rapaz!
    Felicidades! Que o futuro nerd nasça com saúde. Filho dá um trabalho monstro mas dá um prazer incomparável.

  3. colocá-lo para dormir ao som da Marcha Imperial.

    Eu uso como despertador!

    Apesar de não planejar ter um filho nessa década, quanto tiver o meu, ele será vacinado contra Windows 😛

    P.s.: “… mandar bordar ‘ubuntu’ em uma roupinha para ele usar assim que nascer!” tudo bem, pior seria se fosse slackware 😛

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *