Melhorando a performance do Firefox “aspirando” o sqlite

Faz uns dias que deixei marcado um artigo para ler e finalmente o li. Era sobre como melhorar a performance do Firefox fazendo um “Vacuum” no sqlite.

Segundo o post, a partir da versão 3, o Firefox guarda os favoritos, histórico e mais um punhado de coisas em sqlite. Por isso, manter essa base otimizada pode ser muito saudável ao seu Firefox.

E o processo é muito simples. No Ubuntu (testei no 9.04), instale o sqlite3. Abra o terminal e digite:

sudo aptitude install sqlite3

Depois, ainda no terminal, acesse a pasta de seu perfil (profile) do Firefox:

cd ~/.mozilla/firefox/alguma_coisa_estranha.default

Varia de acordo com o computador. No meu, esse alguma_coisa_estranha.default é 73cm0ffy.default.

Você vai ver que essa pasta possui vários arquivos com a extensão .sqlite, que é o que queremos otimizar. Para isso, feche o Firefox (não antes de terminar de ler esse post ou copiá-lo :P), depois simplesmente digite, para cada arquivo:

sqlite3 nome_do_arquivo.sqlite vacuum

Tem como fazer em todos os arquivos de uma vez? Claro. Você está mexendo em um terminal Linux! Para fazer todos de uma vez, digite:

for i in *.sqlite; do sqlite3 $i vacuum; done

Não sei dizer qual a diferença de performance que isso proporciona, mas o que puder fazer pra melhorar acho que vale a pena.

Iniciando o Linux pelo boot.ini do Windows XP

Esses dias fiz algo inusitado para recuperar o dual boot de uma máquina. Uma forma fácil é rodar um live cd (ou pen drive) e executar o programa grub. Porém, estava sem CD e com preguiça de gravar. Estava com a imagem do Ubuntu 9.04 e gerei um pen drive inicializável (Sistema > Administração > Criador de disco USB inicializável).

Lá fui eu com meu pen drive… e nada. O notebook não iniciava por pen drive de jeito nenhum. Não desisti. Ao invés de pen drive usei um cartão SD e… nada. Não “funfou”. A solução: gravar um CD? Não. Vamos fazer algo mais criativo.

Bom, o Windows XP também tem sua listinha de boot (o tal do boot.ini), que tal colocar o Linux que já estava na máquina para iniciar por aí?

Já imaginaram que não é tão simples quanto editar a lista do grub, certo? Não é mesmo. Mas ainda é simples.

O primeiro passo é criar uma imagenzinha do setor de boot de uma máquina com linux e grub, no caso fiz no meu notebook. Abra a linha de comando e digite:

sudo dd if=/dev/sda1 of=bootsect.lnx bs=512 count=1

Lembrando que você talvez deva trocar o /dev/sda1 dependendo de seu HD.

Esse comando cria um arquivo bootsect.lnx, que deve ser copiado para o c:\ no Windows. Depois de copiar vamos mexer no boot.ini do Windows.

Existem duas formas: a primeira é abrir diretamente o arquivo c:\boot.ini, que, a princípio, estará oculto e somente leitura. A mais simples é clicar com o botão direito em “Meu Computador”, “Propriedades” e na aba “Avançado”. Não lembro o nome agora, mas tem um botão para editar as configurações de boot, que vai abrir o boot.ini no bloco de notas.

Após abrir o arquivo, simplesmente coloque no final a seguinte linha.

c:\bootsect.lnx="Linux"

Salve, feche, reinicie.

Agora seu Windows também te pergunta onde quer iniciar. O engraçado é que após escolher “Linux” na lista de boot do Windows, ele abre a lista de boot do grub para você escolher de novo.

É isso.

Departamento de Estado dos EUA não usa Firefox porque “é muito caro”

No vídeo abaixo, uma mulher pergunta à Hillary Clinton por que a equipe do Departamento de Estado dos EUA não usa Firefox, mesmo embora o navegador seja totalmente grátis (e livre) e aprovado por “toda a comunidade da inteligência”. A resposta? A implantação e a manutenção do navegador são “muito caras”.

A única razão que vejo para darem uma resposta como essa é que a organização usa aplicativos que não seguem o padrão e só funcionam no IE. Converter esses aplicativos podem custar muito dinheiro. Mas nenhum custo de implantação e manutenção justifica não adotar o navegador.

*** Esse post é uma espécie de tradução do post do Geeks are Sexy ***

Nota minha: repararam como o amigo da Hilary se parece com o Bill?

Outra nota: infelizmente o vídeo está sem legendas.

Como abrir PDFs dentro do Firefox no Linux

Esses dias comecei a pensar se existe um plugin ou algo parecido para Linux para abrir o PDF dentro do Firefox, assim como o Acrobat faz no Windows.

Como uso Ubuntu, procurei no google algo como Evince e Firefox, e achei rapidinho. Nesse site Lâmpada Azul achei a solução, porém só com o primeiro passo já deu certo.

Lá encontrei a dica para o Fedora Core, mas é a mesma ideia no Ubuntu, simplesmente instale o pacote mozplugger:

sudo aptitude install mozplugger

Nem precisa reiniciar o Firefox.

Entre para a Corrente Sanguínea!

Entraram em contato comigo do Ministério da Saúde por causa de outro post que fiz pedindo para eu ajudar a divulgar a campanha nacional de doação de sangue: a “Corrente Sanguínea”.

Talvez você já tenha visto na TV: Doe sangue e convide mais um para doar.

Além disso, estão combinando com vários blogs de escreverem a respeito no dia 20 de julho, dia do amigo.

A partir de hoje vou deixar o banner da corrente sanguínea no topo do blog, onde estava o do FISL.

Aproveitando, divulgaram hoje que estão com falta de plaquetas nos bancos de sangue aqui de Maringá. Amanhã cedo o Hospital do Câncer e o H.U. estarão recebendo doações. Amanhã vou doar, quer ir?