Arquivo da tag: maringa

Google Street View passando por Maringá

Acabei de me encontrar com o carro do Google Street View (do Google Maps) aqui em Maringá. Eu gravei alguns segundos bem ruins pelo celular:

Quem sabe eu não me encontre lá quando as imagens estiverem disponíveis… :)

ATUALIZAÇÃO: Me avisaram nos comentários do youtube que eu apareci!!! Olha eu aqui (e dá pra ver a luz da câmera).

Se mudar um pouco o local no street view, dá pra ver a parte de trás do carro… Olha o adesivo “Eu <3 Linux” ali (só que borraram). Esse adesivo já apareceu aqui no site :)

SoLivre-PR

Acabamos de sair de um estupendustruduoso (traduzindo: algo muito bom) FLISOL, e já nos preparamos para mais um evento de software livre de qualidade em Maringá: o SoLivre.

Acontecerá nos dias 17, 18 e 19 de junho, na Faculdade Unifamma.

Segundo o Site do SoLivre:

Este evento foi idealizado por um grupo de pessoas interessadas em distribuir democraticamente a tecnologia livre em prol do amadurecimento tecnológico de nosso país. Sem fins lucrativos, o evento tem por objetivo principal, divulgar projetos de software livre desenvolvidos por diversos profissionais, para a comunidade acadêmica e empresários em geral.

O tema escolhido para o ano de 2010 é computação gráfica, envolvendo palestrantes renomados das áreas de computação gráfica, animação e realidade aumentada. Não ficarão de fora alguns projetos de software livre ainda que não enquadrados dentro da temática deste ano.

Oficinas e Mini cursos também serão oferecidos GIMP, INKSCAPE, PROCESSAMENTO DE IMAGENS DIGITAIS, BLENDER.

Dia 30 é dia de corinthiano doar sangue!

Mais uma vez estou divulgando essa bela campanha (de uma bela e grandiosa nação!)…

Se você é corinthiano, vista seu manto e vá doar sangue! Se você não é corinthiano, doe também…

Várias cidades aderiram ao projeto. Veja onde doar (em algumas cidades não será no dia 30).

Em Maringá, o pessoal da Fiel Maringá está organizando para dia 30 de maio, no hemocentro do HU.

Dia 30 estarei em Maringá, mas vai ser um dia bem corrido. Se eu não conseguir, vou em outro dia (com meu manto)… :)

Colabore.

O povo tem os políticos que merece

Os americanos elegeram o Bush, rapaz que ganhava dinheiro em cima do petróleo, e ainda fez a burrada de reelegê-lo. O dito cujo inventou uma guerra que fez disparar o preço do líquido negro…

Aqui em Maringá o povo também elegeu e reelegeu o nosso Bush. Só que o Bush daqui não tem empresas de petróleo, e sim empresa de tratamento de lixo. O que ele fez? Ele e sua corja de vereadores aprovaram uma taxa para tratamento do lixo onde todos nós (eleitores) pagaremos através da conta de água.

A pérola que vi na TV: a vereadora Dercy Gonçaves Edith Dias, braço direito do Bush maringaense, disse no principal canal de TV: “A população já paga tudo mesmo, agora vai pagar mais isso”.

Adivinhem se alguém está preocupado em tratar corretamente o lixo reciclável? Nem menção disso…

Ah, pensando em escrever esse post vi outra notícia que me deixou feliz: os belos deputados paranaenses aprovaram depois das 2h da manhã uma aposentadoria especial para eles mesmos, classificada na reportagem como uma segunda aposentadoria. Desde quando deputado é uma profissão? Alguém já se formou em Deputadologia? Quando o cara é eleito, em tese ele estaria abrindo mão de várias coisas para tratar do que é público. Isso não deveria dar aposentadoria ou etc…

Tem uma abelha no meu ouvido…

Tem uma abelha no meu ouvido há quatro anos. E ontem ela decidiu ficar por mais quatro anos.

A vantagem de se ter um prefeito eleito no primeiro turno é poder falar mal mais cedo, coisa que não poderia se estivesse em campanha.

Mas hoje não vou falar mal do prefeito, e sim falar de quem cometeu o crime de o deixar por mais quatro anos.

Se você é um desses, me responda uma coisa: você gosta da idéia de ter obras apenas de quatro em quatro anos? Ou será que gosta de escolas bonitas com baixa qualidade? Ou será que gosta de pagar um absurdo no preço do ônibus e acreditar quando o homem diz que baixou a passagem? Ou gosta de ter flanelinhas legalizados como uma segunda taxa de estacionamento municipal?

Só gostando dessas coisas para reelegê-lo…

Tem uma escola que foi reformada e reaberta há umas três semanas. Curiosamente a reinauguração só aconteceu na última quinta-feira, 3 dias antes da eleição. Dentre as novidades exibidas nessa escola está um laboratório de informática, com quatro computadores encaixotados e com a ordem de ninguém mexer até ano que vem. Com certeza, após baixar a poeira da eleição, os computadores serão recolhidos e a sala disponibilizada.

O consolo dessa eleição foi ver que alguns vereadores atuais vão começar a trabalhar, ou seja, nãao foram reeleitos. O fogueteiro, a Dercy Gonçalves… Espero que o TSE também não libere o presidente da câmara cassado…

(Acho que esse post poderia ter o título: “Desabafo”)

Você vota em um político pelas propostas?

Aqui em Maringá isso é impossível!

A exemplo do que aconteceu nas eleições de 2004, todos os candidatos a prefeito possuem as mesmas propostas. Um propõe algo; se soa bonito todos copiam. O mais engraçado é que várias propostas de hoje são as mesmas de 2004.

Dentre as propostas estão:

  • Escola em tempo integral;
  • Construção do contorno norte;
  • Construção do viaduto da Morangueira;
  • Acabar com o trânsito no centro;
  • Construir centenas de hospitais;
  • Votação direta para diretores nas escolas; e
  • A eterna promessa de dar um jeito no transporte coletivo.

O mais engraçado é que algumas promessas não são viáveis, e sim bonitas…

Escola em tempo integral

Isso é algo muito bonito nos Estados Unidos, onde as crianças entram às 9h e voltam em torno das 15h, almoçando lá. Aqui eles prometem escola das 7h às 18h (ou até às 20h). Será que dobrarão o espaço físico e o número de funcionários para que as crianças que já estudam de manhã e as da tarde possam ficar o dia inteiro? E as crianças? Será que elas vão agüentar esse peso de passar o dia inteiro na escola? Concordo que isso pode evitar que as crianças caiam no mundo das drogas, mas também não pode ser obrigatório a todas.

Eleições diretas para diretores

Também é muito bonito em um estado democrático, mas já pensaram no efeito da politicagem nas escolas? Professores não tão preparados, mas bons de lábia (ou até armações) para virarem diretores… Sem contar aquela politicalha de desfazer tudo da gestão anterior e etc… Por que não um plano de carreira que contemple essas questões ou uma forma de avaliação?

Guarda Municipal

Isso, na verdade, foi promessa das eleições passadas. Todos os candidatos insistiam nisso como a solução do mundo e agora ainda usam a guarda municipal nas promessas prometendo colocá-los para fazer uma coisa ou outra.

O que foi feito? Colaram um adesivo sobre a fachada da Guarda Florestal, transformando-a em Guarda Municipal. Coincidentemente, começando o período eleitoral colocaram cones na frente do QG da Guarda Municipal, obrigando a redução da velocidade para verem que ela realmente existe. Além disso, colocaram a Guarda Municipal para ajudar as crianças a atravessarem as ruas em frente aos colégios.

Acabar com a indústria de multas

Foi outra promessa de todos na eleição passada. O prefeito atual acabou com a indústria de multas. Como? Ele gastou todos os talões de multa possíveis. Ironia de lado, ele acabou simplesmente afirmando que NÃO existe indústria de multas, e sim que as infrações devem ser penalizadas.

Concluindo

Continuamos na velha tradição de não poder acreditar em políticos. Fique de olho…

Propaganda política nojenta

Ontem a minha esposa percebeu, quando parou o carro, que algum safado colou um adesivo de um candidato a prefeito aqui de Maringá no vidro traseiro. Para não criar problemas para o candidato em questão, não vou mencionar que era o Dr. Batista.

Acho nojenta essa forma de propaganda colando adesivos indiscriminadamente.

Um ano desses em que o Balbinotti foi candidato a deputado, eu estava descendo para a UEM quando reparei em um dos lacaios dele descia à minha frente colando adesivos do Balbinotti nas caixas de correio de todas as casas. Não tive dúvidas, ele foi colando e eu atrás descolando… Sou contra descolar adesivos políticos, mas não quando sei que o proprietário não consentiu com a colagem…

Naquele ano errei ao não denunciar essa prática. Quanto ao Batista, só não denuncio formalmente porque não vi quem colou…